segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Aromaterapia e a pele – 2

Imagem: Crystal Woroniuk/Stock Photos

São tantos os problemas de pele e está cada vez mais comuns as pessoas terem e aceitarem como algo também comum. Só que quando um problema de pele eclode é sinal de que há problemas mais profundos que estão emergindo na superfície, então devemos parar e tentar descobrir o que o nosso corpo está querendo dizer. Isto faz parte da chamada consciência corporal. Conhecer o próprio corpo e respeitá-lo, não o judiando com nossos pensamentos não saudáveis e tentando alcançar equilíbrio emocional.

Logicamente, quando temos um problema de pele, devemos descartar possibilidades como alergias a alimentos, cosméticos, pelos de animais, medicamentos, tecidos, etc. Mas olhar para dentro de si, “escutar” o corpo, analisar a mente - o estado emocional em que nos encontramos - facilitará identificar o que o corpo está tentando “gritar” através da pele. Na psicossomática, já existem até as causas de cada tipo de doença cutânea, algumas que seguem abaixo.

A psoríase, de acordo com um estudo, incomoda mais do que asma, diabete ou bronquite de tanto que afeta a vida da pessoa. E já é sabido que o estresse é um fator desencadeante deste mal, que em grande parte das vezes é hereditário. Desta forma, podemos tanto inalar óleos sedativos dos nervos como o capim limão, lavanda, laranja e ylang-ylang ou manjerona quanto passar na pele um gel para acalmar a reprodução das células da pele e diminuir as inflamações, contendo óleo vegetal de prímula ou de copaíba, hidrolato de lavanda (até pura) e óleo essencial de lavanda e/ou gerânio. Tentar inalar óleos antidepressivos e equilibradores para evitar a depressão e ansiedade também vai acelerar o desaparecimento da psoríase.

Outro incômodo de pele é a caspa, ou dermatite seborréica no couro cabeludo. Também causada por estresse em indivíduos geneticamente predispostos, tem períodos de melhora e piora. Para acalmar, podemos usar os mesmos óleos para acalmar a psoríase, mas no couro cabeludo podemos usar óleos para diminuir a oleosidade, tais como cipreste, sálvia esclaréia e patchouli, bem como este último e óleo de tea tree se a causa for fungos. Um bom shampoo, numa embalagem de 200 mililitros de base neutra, pode conter 10 gotas de óleo de tea tree, 15 gotas de óleo de cipreste, 5 gotas de óleo de patchouli e 10 gotas de óleo de lavanda para dar uma suavizada. Finalizar com hidrolato de tea-tree após a lavagem em todo o couro cabeludo.

Queda de cabelo também é outro problema igual aos demais acima - por predisposição genética e estresse. Mais uma vez este danado, que vem prá gente aprender a nos cuidar! Consciência corporal, não é? Então... queda de cabelo também! Além dos problemas que geram o estresse, temos que cuidar para não perder nossos preciosos fios de cabelo! Ai, que estresse! Não podemos nos deixar levar e piorar a situação! Então, precisamos mais uma vez nos acalmar com os óleos citados lá em cima e usar outros óleos para aumentar a circulação sanguínea do couro cabeludo, pingando 10 gotas de óleo de alecrim (não hipertensos e epiléticos) 20 gotas de óleo de cedro atlas e 10 gotas de óleo de ylang-ylang em 200 ml de base de shampoo neutra. Finalizar com hidrolato de alecrim em todo o couro. Ás vezes só afetando a nossa aparência para que resolvamos melhorar nossa qualidade de vida! Quem sofre deste mal que o diga, não é mesmo?

Infelizmente a saga não termina por aqui. Ainda há outros problemas de pele que nos deixam de cabelo em pé! Basta escolher! Brincadeiras à parte, fiquem atentos à próxima coluna e de olho no espelho do quarto e no espelho da pele, que reflete nossa mente e nossas emoções. Num caso muito marcante, um senhor com herpes zoster e seu filho diabético e com psoríase me procuraram para "formular" um creme para seus males da pele e com tal urgência (leia-se impaciência) que não quiseram me esperar preparar e levaram apenas ylang-ylang e um aromatizador pessoal, com a recomendação que usassem apenas uma gota três vezes ao dia. Qual não foi meu presente atrasado de Natal no dia 31 de dezembro receber uma ligação deste senhor, agradecendo pela cura! Buscar a cura é o primeiro passo e já representa metade dela. Inalar óleos essenciais pode representar a outra metade. Pense nisto!

Beatriz Yoshimura, 04/08/2010, coluna escrita para o Portal Você em Equilíbrio da Nextel.

7 comentários:

Anônimo disse...

Olá Beatriz parabéns pelo blog, estou usando o óleo Tea Tree para micose da unha, quantas vezes é o correto de aplicaer? Gostaria de saber se existe algum óleo essencial para machas de pele causada pelo sol. Uso protetor solar e acido indicado pelo demartologista mas não tenho tido resultados. Vc pode me indicar algum?

Beatriz Yoshimura disse...

Olá, querida anônima ;-)

Obrigada, para mim sempre uma satisfação saber que ajudo as pessoas de alguma forma.
Pode aplicar de 2 a 3 vezes o óleo puro, de boa qualidade, mas apenas em cima do local, nunca em torno, para não dar sensibilização.
Para manchas, sempre o tratamento é a longo prazo. Eu faço um creme assim:


36 gramas de base gel neutra
18 ml de hidrolato de rosas ou lavanda Bio Essência
6 ml de óleo de germe de trigo
8 gotas de óleo essencial de lavanda
8 gotas de óleo essencial de palmarosa
4 gotas de óleo essencial de gerânio
4 gotas de óleo essencial de olíbano
um colher de sobremesa de argila branca Panizza.

Misturar os ingredientes nesta ordem, um de cada vez, numa tigela redonda, com uma espatula uniformizando bem, sempre.
Se puder colocar 3 gramas de vitamina E, que se compra em farmacias, ótimo, também ajuda.

E passar diariamente. Se colocar um pouco na palma da mão e salpicar mais argila branca, pode fazer uma esfoliação facial uma vez por semana.
Se aplicar todo dia, acabará em uns 2 meses. Dura no máximo uns 6 meses pois não tem conservantes.

Caso tenha dúvidas, me escreva!

Abraços

Beatriz Yoshimura
Aromaterapeuta

Kátia Sayuri disse...

Olá Bia!
Amei seu blog!
Suas dicas aromáticas enriquecem mais ainda minhas informações sobre Aromaterapia!
Parabéns!
Grande beijo.
Kátia Sayuri Kioki

Mamãe disse...

Oi, Bia. Não sei se vc lembra de mim, mas fiz um curso com vc.
Espero voltar em breve, mas neste momento gostaria de saber onde posso comprar óleo vegetal de prímula em SP, que não seja em capsulas de complemento nutricional. Tenho procurado e só encontro no exterior ou em grandes quantidades.

Beatriz Yoshimura disse...

Olá, mamãe,

tudo bem? primeiro preciso saber quem é você! rs

Óleo de prímula você pode encomendar direto na Phytoshop Panizza - 11 5572-4740 - Rua Vergueiro, 1913.

Venha me visitar em nosso endereço - R. Conde de Irajá, 65. Será ótimo revê-la!
Beijão!

Bia

Anônimo disse...

Ola!!gostaria de saber onde posso encontrar oleo d tea tree.qual site ou marca me indica?
Desde ja,obrigada!!
Danyelle.

Beatriz Yoshimura disse...

Depende de onde você se encontra. Mas na loja virtual www.viverzen.com.br tem com certeza! Ou venha na www.aromalife.com.br ou peça por telefone, email, etc! Abraços!